sábado, julho 04, 2009

A Vida É...

A vida é quase um "mar" de adiamentos...

Tanta coisa que queremos fazer e que vão ficando pelo caminho, à medida que vemos o tempo a passar por nós, como um comboio que vemos partir de uma qualquer estação e que vai ganhando cada vez mais velocidade...
Tudo isto apenas porque me lembrei das lista de cidades que queria conhecer e que ainda não sairam do papel.
Sim, Nova Iorque, Salvador da Baia, Berlim, Budapeste, Buenos Aires e Praga, continuam no topo da lista, cada uma por motivos diferentes...
Provavelmente não as vou visitar todas, talvez duas ou três.
Porque a vida é quase um "mar" de adiamentos...

O óleo é de Claude Monet...

10 comentários:

Maria disse...

Porque aparecem sempre "outras coisas" inadiáveis ou mais importantes para fazer...

Beijinho, Luís

Lúcia disse...

... e porque é curta demais.
Bom domingo. Luís

Cris Caetano disse...

E podias arescentar um Rio de Janeiro à listinha...

Beijihos

Laura disse...

Nem um sinal do Oriente ou de África. Medo das diferenças?

Luis Eme disse...

e porque não há chuva de "euros", Maria...

Luis Eme disse...

também, Lúcia, e vai sempre encurtando, cada vez mais...

Luis Eme disse...

já lá esteve, Cris.

mas apaguei, das cidades gigantescas, apenas Nova Iorque ainda me desperta curiosidade.

Luis Eme disse...

nada, Laura.

já não tenho idade para viajar pelo terceiro mundo, de mochila às costas e a descobrir cenas miseráveis, esquina sim, esquina não.

Anónimo disse...

Caro Luís

Ao revêr o quadro de Monet não hesitei em deixar aqui umas palavras...este pintor fascina-me...consegue-me fazer mergulhar nos seus lagos cobertos de flores de lótus....é único mesmo....vi um quadro dele em Nova York, precisamente o quadro enorme dos nenúfares.
Quando chegamos aos quarentas.....queremos abraçar o mundo.....começamos a sentir contas certas de idade....e tudo serve para se tentar reverter o tempo.....as viagens são uma tentativa de fugir........mas o relógio não para.....que insatisfação....
um abraço
vitor Pires

Luis Eme disse...

Monet é único, Vitor...