quarta-feira, agosto 28, 2013

As Amoras Silvestres


Uma das maravilhas das férias grandes passadas nos campos, eram as "barrigadas" de amoras silvestres, que tanto eu como o meu irmão e alguns amigos, colhíamos nas silvas que cresciam rente aos caminhos.

Eram uma delícia que nos deixava com uns bigodes da cor do vinho tinto.

De certeza que ainda existam muitas amoras silvestres por aí, eu é que tenho andado pelos caminhos errados...

4 comentários:

ᄊム尺goん disse...

/adoro amora/

sabe gosto de infância?? existiam muitas nas cercas, fáceis, doces, saborosas.

também nao vejo mais. mas sinto.


abç

Rosa dos Ventos disse...

Eu continuo a apanhá-las e a comê-las logo ali!

Abraço

Luis Eme disse...

acho que ainda adoro, Margoh, embora não as coma há anos. :)

Luis Eme disse...

olha a Rosa, felizarda. :)