segunda-feira, junho 30, 2014

Quase Bilhete Postal


Este  óleo é de Mathias Alten e simboliza em parte as colheitas de Verão de outros tempos, o pasto que começava a ficar seco e era apanhado e guardado nos palheiros, para a alimentação dos animais...

Quando ainda eram raras as máquinas nos campos.


É quase um bilhete postal.

2 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Lembro-me de cenas dessas no enorme quintal do meu avô materno!
Belo óleo, para variar! :)

Abraço

ᄊム尺goん disse...

“Igualmente incerto permanece se a civilização mundial será em breve subitamente destruída ou se se cristalizará em uma longa duração que não resida em algo permanente, mas que se instale, muito ao contrário, em uma mudança contínua em que o novo é substituído pelo mais novo”
Heidegger


beij0