segunda-feira, maio 25, 2009

A Rua das Montras e a Cultura (2)

Mas as surpresas culturais só terminaram no final da Rua das Montras, com uma instalação "frágil" e três lindos "grafittis" de homenagem ao grande Rafael Bordalo Pinheiro feitos por alunos da ESAD (penso que englobados no "Caldas Late Nigth"), com o patrocínio da amiga, coleccionadora e divulgadora de toda a sua obra,
Isabel Castanheira, que também tive o prazer de rever e de trocar algumas palavras.
Fiquei com a certeza de que a minha Cidade Natal com todas estas iniciativas, fica mais viva e bonita...

10 comentários:

Anónimo disse...

Devias era aturar o barulho que estes parvalhões fazem até às tantas da noite.

Cris Caetano disse...

Viva a arte!
Amei o grafite, essas cores estão fantásticas.

Beijinhos

Maria P. disse...

Viva a vida, da cidade...

Beijos, Luís M.

Zé Povinho disse...

Quase nunca gosto do grafite como arte, mas estes de homenagem ao meu criador, obrigam-me a fazer uma vénia aos jovens artistas da ESAD.

gaivota disse...

a rua das montras é sempre a rua das montras!
caldas está a ficar mais bonita!
a casa da cultura em obras, e o parque cada vez mais "apetitoso"
beijinhos

Luis Eme disse...

dias não são dias, Anónimo.

Luis Eme disse...

ficaram muito giros, Cris.

assim o grafiti é uma beleza.

Luis Eme disse...

sim, uma cidade viva é outra coisa, M. Maria Maio.

Luis Eme disse...

e que artistas, Zé!

Luis Eme disse...

é verdade, Gaivota.

todos os anos deviam ser "anos de eleições"...