segunda-feira, abril 23, 2007

Um Livro à Minha Escolha


Tinha pensado escrever sobre "Por Quem os Sinos Dobram", uma obra inesquecível de Ernest Hemingway, que nos descreve de uma forma única a Guerra Civil de Espanha. Como não encontrei na minha biblioteca a primeira edição, para digitalizar a sua capa, acabei por mudar de ideias e falar sobre o meu livro de estreia, "Bilhete Para a Violência", cuja acção se desenrola no Oeste, apesar de ter como pontos de partida e de chegada, Cacilhas.
É um romance que aborda os mundos do jornalismo e do futebol, focando algumas das suas contradições. O tema central continua bastante actual, a arbitragem do futebol, ou seja a morte de um árbitro, que irá ser investigada por um jornalista desempregado (não se assustem, é apenas ficção)...
O espaço físico centra-se no Oeste, ou seja, nas Caldas da Rainha, em Salir de Matos (Selir...), na Foz do Arelho e em Alcobaça e Óbidos.

9 comentários:

Maria disse...

Fiz esta viagem contigo, Luís.
À Lagoa onde aprendi, também eu, a nadar. Ao Nadadouro e Casais da Ponte. Até ao Solar. Aos outros sítios descritos no livro...
Sabes que já não me lembrava como se chamava aquela curva lá em cima, a de Santa Rita?
E a Praça da Fruta, onde eu abri os olhos pela primeira vez...
E... e....

Muito obrigada por este verdadeiro presente que me deste...

Ida disse...

Que engraçada a mente da gente, qdo pus os olhos na imagem, os pingos vermelhos julguei por um segundo q fossem referência aos cravos da revolução, de tal modo ando com as flores vermelhas na cabeça... Achei a proposta de enredo muito interessante, com a promessa de viajar pelos lugares, pena que por aqui não se encontre, mas vou ver na Amazon... Beijinhos e ótimo dia, que hj na minha cidade é feriado, homenagem a Sao Jorge, santo guerreiro, (como tds nós, aliás)... E que ele nos ajude a por ordem nesta bagunça em q tem se transformado o que era maravilhoso em td, agora é mais a paisagem...

Sininho disse...

Logo hoje, dia do Livro, deixas-nos assim de água na boca...
Calculo que esse já não esteja à venda, em face do preço de capa...
Ou está?

Kalinka disse...

Agradeço a recomendação, parece-me um livro interessante.

E, hoje é o DIA MUNDIAL DO LIVRO.

Portugal é um país civilizado, mas ainda há seis anos tinha nove por cento de analfabetos segundo os dados do estudo Consumidor 2006, que a Marktest divulgou a meio da semana passada, já são mais de três milhões os portugueses que lêem livros...
Ler continua a ser um comportamento minoritário, uma coisa que acontece a menos de metade da população continental com mais de 15 anos - mas cada vez menos, e isto merece palmas (a pretexto, também, desta efeméride: hoje é o Dia Mundial do Livro).

Eu adoro LER.
Beijos e abraços.
BOAS LEITURAS.

Luis Eme disse...

Espero que tenhas gostado da viagem, Maria...

Luis Eme disse...

Tenho um livro destes à tua espera, Ida...

Luis Eme disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luis Eme disse...

Eu também adoro ler Kalinka.

Boas leituras também para ti e para todos os visitantes que não comentam.

Luis Eme disse...

Também tenho um "bilhete" guardado para ti, Sininho...