sexta-feira, junho 20, 2008

O São João nas Caldas

Não sei porquê, mas o S. João sempre foi o Santo mais querido das Caldas da Rainha.
Aliás, penso que ainda se realiza a Feira de S. João, com as atracções do costume, embora com bastante menos povo...
Há quarenta anos esta feira era um mimo, ainda se achava graça ao circo, ao carrocel, aos carrinhos de choque, ao poço da morte, às farturas e até aos vendedores de "banha da cobra"...
Nesses tempos longínquos a feira realizava-se na Mata da Rainha, assim como a de 15 de Agosto. Era um nunca acabar de barracas de quinquilharias, de brinquedos, de roupas, de comes e bebes, e claro, a parte mágica, de diversões.
Provavelmente não era bem assim, mas estou a escrever por cima da memória da criança que olhava para tudo, quase rente ao chão, e por isso, tudo lhe parecia grandioso...

Mais um Malhoa excelentissimo, "As Padeiras"...

8 comentários:

Maria P. disse...

S. João para ver as moças,
fez uma fonte de prata,
as moças não vão á fonte
e S.João todo se mata.


Será este S. João?!...:))

Beijo, Luís M.*

gaivota disse...

é bem como contas, pelo que a minha memória ainda deixa em registo...
"padeiras", sim, também...
beijinhos

as velas ardem ate ao fim disse...

Viva o S.João!

bjo

joana disse...

Também me lembro dessas feiras. Como o mundo mudou!

Agora já vem ai o São Pedro, Luis, da minha terra.

Luis Eme disse...

há mais, M. Maria Maio?

Luis Eme disse...

bem que parecia que era assim, Gaivota...

Luis Eme disse...

Viva, Velas!

Luis Eme disse...

como o mundo mudou, Joana...